Blog

OUTPLACEMENT: as chaves para um bom projeto e os seus benefícios

Maria dorrego
21 de Julho de 2020— Tiempo de lectura: 6 minutos

María Dorrego, consultora de RH do Grupo Clave

O que é Outplacement?

Outplacement é um termo utilizado no ambiente empresarial e em particular no campo dos RH, mas com o qual talvez nem todos estejam familiarizados. Como a sua tradução literal “outplacement” indica, quando falamos de outplacement estamos a falar de um Plano de Recolocação.

A recolocação externa é uma prática destinada às empresas que vão realizar um ou vários processos de desvinculação como os seus trabalhadores. Através deste projeto, a empresa oferece ao trabalhador um serviço centrado em conseguir a sua recolocação no mercado o mais rapidamente possível.

O projeto Outplacement consiste numa série de técnicas em que a empresa trabalha em conjunto com o trabalhador em três aspetos fundamentais:

– Melhorar a empregabilidade do seu perfil

– Definição de uma estratégia de procura de emprego

– Link para ofertas de emprego

No caso do processo de despedimento ser levado a cabo através de despedimento coletivo, o projeto de recolocação fora de serviço tornar-se-á uma obrigação legal para a empresa quando afetar mais de cinquenta trabalhadores.

Em ambos os casos, quando falamos de um ERE (que afeta mais de 50 trabalhadores ou menos), o Projeto Outplacement é desenvolvido seguindo as seguintes considerações legais:

Onde é regulado?

O Decreto Real 1483/2012, de 29 de outubro, que aprova o Regulamento sobre os procedimentos para o despedimento coletivo e a suspensão dos contratos e a redução do horário de trabalho, estabelece nos artigos 8º e 9º os critérios de execução e garantias no desenvolvimento do Plano de Recolocação.

Critérios e garantias de execução

– A empresa deve incluir o projeto de outplacement na documentação para o início do procedimento de despedimento coletivo. Especificamente no início do período de consulta, no qual deve apresentar um projeto inicial.

– Durante o período de consulta, o projeto pode ser especificado ou prolongado; contudo, no final do período de consulta, o projeto final deve ser apresentado.

– O projeto de outplacement apresentado deve ser levado a cabo através de empresas de outplacement autorizadas.

– Terá uma duração mínima de seis meses.

– Deve conter medidas de outplacement com especial ênfase nos adultos.

– Conterá medidas nas áreas de: intermediação, orientação profissional, formação profissional, e atenção personalizada.

As chaves para um projeto de outplacement

Amy hirschi k0c8ko3e6aa unsplash

Comunicações prévias

O projeto gira principalmente em torno de dois eixos fundamentais: comunicação e acompanhamento personalizado, e o ponto de partida é a comunicação com a empresa com a qual, através de uma primeira sessão de consulta, reunimos todas as informações necessárias para descobrir os tipos de perfis com os quais vamos trabalhar.

Além disso, é necessário oferecer a possibilidade de aconselhamento jurídico ao cliente durante o período de consulta para proporcionar uma maior segurança jurídica.

Nesta primeira fase de comunicação, toda a informação sobre o projeto de recolocação externa deve ser fornecida à empresa para que possa ser transferida para os trabalhadores afetados pelo despedimento. Desta forma, damos aos trabalhadores a oportunidade de consultar qualquer aspeto do projeto antes de tomar a decisão de aderir.

É de vital importância que desde o início o trabalhador sinta o acompanhamento personalizado que o projeto de outplacement oferece. Não devemos esquecer que este é um momento delicado em que a pessoa sentirá um elevado nível de insegurança e incerteza.

Desenvolvimento do Projeto

Após uma fase de diagnóstico na qual analisamos os perfis que compõem o projeto de outplacement, desenvolvemos um plano de trabalho através de uma série de ações destinadas a:

– Adquirir uma atitude positiva em relação à procura de emprego.

– Definição de uma estratégia de pesquisa com base no perfil.

– Conhecer os métodos de procura de emprego adequados ao perfil.

– Desenvolver um CV mais atrativo.

Ligação com ofertas de emprego 

Ao longo do desenvolvimento do projeto, o trabalhador terá o acompanhamento personalizado de um consultor que identificará as ofertas adequadas com base no seu perfil e interesses.

O valor para a empresa

Se a empresa não é legalmente obrigada a realizar um projeto de outplacement, porque deveria contratar este serviço?

Um processo de outplacement é um processo natural no ciclo de vida de uma empresa, mas é um momento delicado para a empresa e, claro, para o trabalhador.

O facto de a empresa oferecer aos seus trabalhadores a possibilidade de aderirem a um projeto de outplacement reflete um elevado nível de compromisso da empresa para com as suas equipas e a sua preocupação com as pessoas.

Além disso, no processo de negociação de um despedimento coletivo, a apresentação do projeto reduz o conflito e melhora a paz social.

Como resultado, internamente irá melhorar o clima de trabalho e externamente irá projetar uma imagem positiva para os clientes e trabalhadores presentes e futuros.

O valor para o trabalhador

Outplacement2

O processo de saída da empresa pode ser uma situação traumática para muitos trabalhadores. É um tempo de incerteza, de sombras, em que sentimentos como a insegurança ou o mal-estar nos podem bloquear.

O projeto outplacement é a luz, uma oportunidade para o trabalhador acelerar o processo de recolocação no mercado de trabalho através de um processo de acompanhamento no qual ele ou ela será capaz de demolir os seus medos e sentir o acompanhamento de profissionais que estão orientados a “ligar” o trabalhador de volta ao mercado de trabalho e psicologicamente.

Cumprindo os requisitos legais que acabamos de mencionar, desde a Nortempo, passando pelo Grupo Clave, como empresa aprovada em Planos de Realocação, desenvolvemos projetos de outplacement adaptados aos requisitos do cliente e às necessidades do pessoal afetado.  A nossa rede de escritórios localizados em todo o país permite-nos ligar mais rapidamente os trabalhadores às ofertas de emprego, aumentando exponencialmente as possibilidades de recolocação externa. Em 2019, a Nortempo participou como intermediário no recrutamento de mais de 20.000 pessoas.

Desta forma, temos a combinação perfeita (experiência em outplacement + conhecimento da rede empresarial + especialização em recrutamento) para desenvolver um projeto eficaz e garantido.