Blog

O conceito chave de agências felizes

Oficinas_felices
23 de Junho de 2020— Tiempo de lectura: 4 minutos

O mundo do trabalho está a transformar-se a passos largos este ano, e estamos aos poucos a adaptar-nos gradualmente à nova normalidade. No entanto, é evidente tanto para os empregadores como para os colaboradores de que nada será igual, pelo que são necessárias mudanças nos postos de trabalho para os tornar mais agradáveis e mais humanos. Logo é o momento impreterível de termos pessoas felizes.

Como fazê-lo?

Promovendo o bem-estar físico, emocional e mental para alcançar benefícios junto dos colaboradores: Estima-se que 80% dos colaboradores felizes são mais criativos.

A fórmula para o sucesso

O principal será definir o que precisamos para sermos felizes no trabalho, e os pilares básicos são o bem-estar físico, emocional, social e um ambiente de trabalho agradável. No entanto, nem sempre é fácil reunir todos estes elementos.

As empresas estão conscientes da necessidade de garantir o conforto dos seus colaboradores, tanto física como mentalmente, e sobretudo as grandes empresas procuram escritórios e estruturas em contacto com a natureza, dando também importância ao ambiente interior.

Jardins (também interiores), vistas e espaços exteriores para fazer uma pausa durante o dia de trabalho, são alguns dos novos recursos para as empresas que querem dar mais destaque às áreas verdes no seu ambiente de trabalho e consequentemente promover o bem-estar nos seus colaboradores.

Luz, ar e sem ruído

Oficinas_plantas

Somos seres vivos e precisamos também no trabalho de luz para alcançar o nosso bem-estar e produzir mais e melhor, garantindo o conforto visual necessário para realizar as nossas tarefas. Além disso, o silêncio é fundamental e, embora tenhamos tendência a trabalhar em espaços abertos (open space), estes devem ser conjugados com os espaços fechados para tarefas que exigem uma certa privacidade ou maior concentração.

Com o surgimento inesperado da Covid-19 nas nossas vidas, é essencial que no local de trabalho se proceda a ventilação dos espaços várias vezes ao dia, se possível com ar natural. É também aconselhável ter plantas que produzam oxigénio ao longo do dia, e alguns estudos indicam que os espaços onde existem plantas naturais fazem com que os trabalhadores se sintam mais concentrados e produzam mais.

No trabalho como em casa

Geralmente passamos mais tempo no trabalho do que em casa, portanto há necessidade de termos cada vez mais espaços no local de trabalho confortáveis e acolhedores. Alterando a configuração e design do mobiliário, incluindo detalhes simples como a colocação de cortinas, almofadas e diferentes elementos decorativos conseguimos reunir um ambiente mais convidativo.

Muitas empresas dispõem de espaços para descanso e exercício, o que aumenta a sensação de bem-estar físico dos trabalhadores.

Em busca de bem-estar social e emocional

Empleado_feliz

É evidente, por tanto, que trabalhar num local agradável nos traz bem-estar físico, o que tem um grande impacto noutras dimensões fundamentais: social e emocional.

As empresas devem ter isso em conta para estimular a produtividade e promover interações, com espaços de reunião que garantam a distância social recomendada, gabinetes abertos e eventos que incentivem as relações entre colegas.

Vários estudos demonstram que o desempenho profissional dos trabalhadores melhora com o desenvolvimento do bem-estar social.

O bem-estar emocional é a outra dimensão fundamental, e a que mais influencia o estado geral das pessoas, pelo que as empresas devem tê-la em conta e criar sinergias entre as três dimensões.

Uma combinação de benefícios e vantagens tradicionais, tais como flexibilidade, medidas de conciliação entre vida profissional e familiar, reconhecimento de mérito e medidas de employer branding para envolver os trabalhadores com a empresa, ajudará as empresas a conseguir trabalhadores felizes.