Close Previous Next Previous Next Go up Go down Go up Go down Back to top Previous Go back Open menu Sound off Sound on Search Manager Calendar Date Comments Reading time Author Categories Tags Facebook Twitter Instagram LinkedIn YouTube Phone Play Play Pause Languages Oficina virtual Tu perfil

Competências Comportamentais nos Candidatos: Qual a importância e Como Avaliar?

Friends talking

Atualmente, a procura por profissionais eficientes vai para além das competências técnicas. Envolver também as competências comportamentais, denominadas “soft skills”, desempenha um papel importante na formação de equipas coesas e na criação de ambientes de trabalho produtivos. Neste artigo, vamos explorar a importância das competências comportamentais em candidatos e apresentar estratégias eficazes para avaliá-las durante o processo de seleção. 

  • Trabalho de Equipa:

O trabalho de equipa, empatia e comunicação eficaz são essenciais para a promoção de um ambiente de trabalho saudável e eficiente. Colaboradores capazes de trabalhar bem em equipa potencializam a eficiência e a inovação, contribuindo para o sucesso da organização.

  • Resolução de Conflitos:

Os conflitos são desafios inevitáveis que surgem numa equipa. Por isso, candidatos com habilidades para resolver conflitos de maneira construtiva, que compreendam diferentes perspectivas e encontrem soluções equitativas, contribuem para a manutenção de um clima organizacional saudável. 

  • Adaptabilidade:

Profissionais capazes de se adaptar rapidamente a novas situações, aprender com mudanças e manter uma mentalidade aberta demonstram uma vantagem competitiva significativa.

  • Liderança:

A liderança é uma habilidade que deve ser sempre valorizada, mesmo para os profissionais não decisores. Candidatos que demonstrem habilidades de influência, motivação e orientação têm o potencial de liderar as equipas de maneira eficaz e inspirar os colegas.

Ao considerar as competências comportamentais dos candidatos durante o processo de seleção, as organizações podem construir equipas mais coesas e adaptáveis. As soft skills não apenas fortalecem as relações interpessoais, mas também influenciam diretamente o desempenho e a cultura organizacional. Ao adotar abordagens multifacetadas de avaliação, as empresas podem garantir que estão a selecionar os profissionais não apenas com habilidades técnicas sólidas, mas também com as características comportamentais necessárias para a evolução do ambiente corporativo.